09-06-2015

Por

Espírito de criança

Minha infância aconteceu na década de 70. Precisamente, foi no ano de 1975, quando estava na quinta série do ginásio, que iniciou-se minha vida com os gibis.

Primeiro foram os gibis da Disney da Editora Abril. Minha mãe e minhas irmãs – sou o irmão caçula – iam passear no centro de Santo André-SP, a cidade onde nasci e morei até os meus 47 anos de idade, e eu ia sempre junto.

Foi num destes passeios que passei em frente a uma banca de revistas de gibis usados, Banca Mikey – isso mesmo, sem a letra c no meio – quando vi umas capas coloridas de alguns gibis. Meus olhos começaram a brilhar e neste momento puxei a saia de minha mãe e pedi para comprar aqueles gibis!

Eram Disney Especiais da 1ª edição, Edições Extras Disney, Tio Patinhas, entre outras. Para minha alegria, ela comprou alguns gibis. Estavam meio velhinhos, surrados, mas mesmo assim eu adorei, e a partir deste dia não parei mais de ler e comprar. Fiquei assíduo freqüentador da banca de jornal perto de casa, dos irmãos Renato e Juca; eu viajava nas histórias… era como se eu fizesse parte delas. Bons tempos!!!

Mais tarde um pouco, neste mesmo ano, conheci um amiguinho chamado Claudemir, que me emprestou um gibi de faroeste em preto e branco. O pai dele adorava o personagem desta revista, um tal de Tex Willer. No início fiquei meio desconfiado – achei meio sem graça, sem cores – mas mesmo assim comecei a ler. Foi paixão a primeira vista! Nesta época Tex era publicado pela editora Vecchi. Eles tinham acabado de lançar a segunda edição, pois os primeiros números da 1ª edição tinham se esgotado, e desta forma consegui ler e comprar desde o nº 1.

DSC09229 (Copy)DSC09226 (Copy)

Não via a hora de chegar a revista do mês; a ansiedade era grande e os especiais de férias e de Natal então, eram histórias completas, que eu devorava em pouco tempo!!! Nesta época a diversão das crianças era jogar bola, soltar pipa, colecionar álbum de figurinhas. Meu brinquedo favorito era o Forte Apache (os índios sempre venciam e invadiam o forte),e lógico, ler gibis. A gente ficava na rua até tarde da noite brincando de polícia e ladrão, pega pega, bandeirinha… não tinha esta falta de segurança de hoje. Realmente tive uma infância maravilhosa!!

DSC09232 (Copy)DSC09230 (Copy)

Até o ano de 1983 aproximadamente, pude curtir meus gibis – tinha alguns que eu lia mais de vinte vezes! Porém, a partir deste ano comecei a estudar, fiz SENAI, curso técnico de eletrônica, depois faculdade e não tinha mais tempo para ler. Mas a melhor coisa que fiz foi pegar todos os meus gibis e guardar num armário, com sete chaves, bem protegidos. Neste período comprei uma chácara no DSC09234 (Copy)interior de SP e todo final de ano, nas minhas férias, eu ficava no mínimo vinte dias curtindo a natureza e recarregando as energias. Após vinte anos, no ano de 2003, me veio um estalo e pensei: -Poxa, naquele momento que eu fico na rede relaxando, bem que eu poderia ficar lendo. Lembrei daquele armário, pequei uma pilha com umas dez revistas Tex e alguns gibis da Disney e levei para ler nas minhas férias. Em 1 dia li todas as revistas que tinha levado! Não resisti e no dia seguinte peguei a estrada e fui buscar o armário todo! Me diverti demais, era nostalgia pura!! Foi como uma febre que entrou em mim e quando voltei das férias comecei a procurar por todas as revistas destas coleções na Internet. Comecei a juntar muitas e muitas revistas, acessar sites, ir em sebos e bancas de jornais; conheci vários colecionadores da velha guarda, comecei a trocar informações e a conhecer cada vez melhor o mundo das Histórias em Quadrinhos. Surgiram grandes amizades que preservo até hoje!!

DSC09233 (Copy)DSC09231 (Copy)

Comecei a deslumbrar lá na frente um lugar onde eu pudesse curtir tudo isso num espaço amplo e apropriado. Na minha casa em Santo André seria impossível, daí veio a idéia de construir uma quarto lá na chácara. Dito e feito, após alguns anos e acumular uma boa quantidade de raridades, consegui criar o meu “Quarto dos Sonhos”! Lá tem tudo que curti na minha infância, os gibis, os brinquedos, os álbuns de figurinhas, os filmes, os seriados, os desenhos da TV, os vídeo games, etc… é nostalgia pura!!

DSC09227 (Copy)DSC09228 (Copy)

Este espírito de criança está incorporado em mim. Tenho certeza que muita coisa eu posso compartilhar com vocês, e este é o meu objetivo neste espaço. Não quero que fique tudo isto guardado, mofando, e sim que outras pessoas também possam viajar no tempo!! Venham comigo!!!


Adriano Rainho
Prezo a amizade, a honestidade e o senso de justiça entre as pessoas!!!
Aprendi com meu herói dos quadrinhos Tex Willer!

16 comentários em “Espírito de criança

    1. Obrigado, Pard Afrânio Braga!

      Este espírito de criança nos mantém vivos, pois nossa imaginação não tem fim quando estamos lendo uma história em quadrinhos!

      Parabéns ao amigo pela sua luta e divulgação para o Blueberry! Se vê como é grande sua paixão pelos quadrinhos!

      Um grande abraço!

      Adriano Rainho

      1. Esse quarto é o meu sonho. Um espaço pra guardar e organizar meu gibis, infelizmente não tenho espaço pra construir, vão ficar todas no armário mesmo.

  1. também já tive um quartinho destes no interior paulista (Socorro-SP), infelizmente não tenho mais, mas na época considerava uma espécie de cápsula do tempo onde poderia retornar aos bons tempos de infância e adolescência quando bem entendesse. Parabéns pela matéria e fotos ! abraços

    1. Obrigado, Peter! É muito legal saber que muitas outras pessoas curtiram coisas parecidas com as nossas e guardam com carinho tudo que vivenciaram! Por isso acho importante a divulgação das Histórias em quadrinhos para as novas gerações, cada um pode contribuir de uma forma, nem que seja dando um gibi de presente para uma criança lêr! valeu!

  2. Tchê, simplesmente sensacional. Regulo de idade contigo e só agora tenho um espaço Analógico Retrô com LP´s, fitas cassete, Motorádio, Atari, Supernintendo, álbus de figurinhas, Revista Placar e etc, porém, meu foco é na coleção de gibis, principalmente Tio Patinhas, inclusive tenho muitos gibis repetidos que ofereço para trocar. Navegando por diversos sites vejo que não há quase nada sobre trocas entre colecionadores. Já encontrei em contato com outros colecionadores bastante conhecidos bem, estruturados mas eles só pensam em $$$$ e esquecem da paixão pelos quadrinhos.
    Um abraço e parabéns por divulgares tua coleção.

    1. Obrigado Morales! É isso aí, legal mesmo é conversar sobre gibis, trocar informações e criar novas amizades! Tenho muita coisa legal repetida para troca, caso também tenha itens para troca que me interessem entre em contato. um grande abraço!

  3. Que paraíso, hein, Adriano? Também tenho o meu, embora muito menor, mas o que nele, não há preço que pague. Parabéns!!!

  4. Olá Adriano, parabens pela bela coleção, quando olho um gibi antigo eu volto no tempo, sou uma criança de novo, vivo novamente as aventuras como vivi na época que as lia.

    1. Olá meu amigo! realmente voltamos no tempo, são coisas assim que mantem vivas as boas lembranças dos nosso tempos de criança e que fazem com que continuemos as mesmas pessoas de outrora, sem a maldade que hoje prolifera cada vez mais no mundo! valeu!!

  5. Olá, Adriano! Parabéns pela coleção. Como posso me comunicar com você para falarmos da possibilidade da venda de uma coleção de Tex. Por exemplo do n 1 ao n 134 da editora Vecchi.

  6. Olá meu amigo Adriano.
    Parabéns pelo post, texto e imagens excelentes.
    E parabéns por essa paixão pelos gibis.
    Grande abraço.
    Ezequiel

    1. Obrigado pard e amigo Ezequiel!

      Sim, uma paixão que aumenta mais a cada dia, pois através dela pude conhecer muitas pessoas boas como você e ajudar um pouco a manter viva Arte dos Quadrinhos!!!

      Um grande abraço!

Deixe uma resposta