04-01-2017

Por

CCXP 2016: Mais épica do que nunca!

Quando você pensa que já viveu momentos memoráveis no mundo das HQs vem a CCXP 2016 e mostra para os fãs que o conceito de épico mais uma vez foi superado!
O que você vai ver a seguir é o relato de um fanático. Faz parte do meu jeito colecionador de ser. Eu me disponho e me preparo o ano todo para viver esse momento único do lado daqueles que são como eu. Então prepare-se! E saiba que essas foram apenas algumas das melhores recordações que eu trouxe desse evento que a cada ano fica melhor!      

IMG_1119

IMG_0640

Como colocar em palavras, fotos, vídeos e animações tudo aquilo que eu vivi durante os dias da CCXP? Logo de início essa tarefa se torna praticamente impossível visto que não dá pra estar em todos os lugares do evento e curtir absolutamente tudo. Por isso é tão importante ver as fotos dos amigos, dos artistas, editoras e demais envolvidos.

É vendo essas postagens que consigo ter uma ideia do quanto esse evento é importante para todo o mercado geek do Brasil.

IMG_0825Quero contribuir também com esse mercado relatando a minha experiência de 2016 e mostrando pra vocês aquilo que eu realmente amo: histórias em quadrinhos. Vou focar esse relato nas minhas aventuras com os artistas tentando lembrar de tudo e de todos para fazer desse post uma referência única do que esse evento representa. Chega de blablabla e vem comigo.

Estar na CCXP é realmente estar com a sua tribo. É estar com as pessoas que tem os mesmos valores que você e que buscam no próximo um complemento da experiência geek. Começando pela fila da entrada. Um lugar onde você faz muitas amizades, conhece amigos da internet e encontra até artistas internacionais (veja o caso de Tsutomu Nihei abaixo).

É tanto tempo de espera (um ano), tanta ansiedade, tanto desejo de estar ali vivendo tudo aquilo que a canseira e o custo ficam em segundo plano. Aquele é o nosso momento.

Os portões se abrem e os geeks invadem a CCXP! 😉

IMG_0636 IMG_1130 IMG_1126 IMG_1310
A partir daqui meus relatos não seguem a ordem cronológica. Pois estar lá é como estar em um gigantesco parque de diversões onde tudo é interessante! Desde os lançamentos dos filmes, os atores, as séries de TV e as estátuas dos personagens – você vai ver um pouco de tudo. Mas lembre-se que o foco aqui são as histórias em quadrinhos.

Então entrando na CCXP, claro que eu corri para o Artists’ Alley (Beco dos Artistas) – mas no caminho, logo após o reino encantando do Maurício de Sousa havia o maravilhoso mundo dos estúdios de cinema.

IMG_0650 IMG_0686 IMG_0648 IMG_0888
IMG_1300 IMG_1157 IMG_1085 IMG_1089
IMG_1134 IMG_1295 IMG_1072 IMG_1309
IMG_1113 IMG_0899
Pra quem ainda não conhece, o Artists’ Alley (beco dos artistas) é um espaço para que artistas independentes apresentem seus mais recentes trabalhos e também para que os artistas que atuam nas grandes editoras possam interagir com seu público e assim vender prints, sketches, artes originais e outros materiais. É o melhor lugar da CCXP! 😉

Então fica claro que a função primordial do Artists’ Alley é aproximar artista e público. O foco é o relacionamento. É nesse lugar que você vê o lado humano do artista que tanto admira. É aqui que os fanáticos tem a chance de se aproximar fisicamente dos seus ídolos e claro, isso provoca um grande número de reações. Eu, por exemplo, quero tirar fotos com todos os artistas que admiro, conversar com eles e ainda registrar o momento em que eles estavam desenhando e se possível trazer pra minha batcaverna o máximo de lembranças que o meu bolso puder suportar kkkkk (na CCXP foram mais de 2.000 fotos, 100 vídeos e algumas lembranças, mas fique tranquilo(a) não vou postar tudo aqui não).

IMG_0657
Só no Artists’ Alley da CCXP você encontra o Simon Bisley dando autógrafos no meio no caminho kkk

IMG_0891 IMG_0812 IMG_1030
IMG_1306 IMG_1298 IMG_1293

detalhe
Tem que pagar mesmo!

E a CCXP permite esse tipo de experiência onde cada geek encontra aquilo que mais gosta. Na verdade isso está quase virando uma regra. Digo isso, pois como comentei anteriormente é impossível estar em todos os lugares e conseguir saborear tudo o que um evento como esse tem a oferecer. Você pode estar lá os quatro dias e mesmo assim não vai dar conta de absorver tudo. Logo vai acabar correndo atrás daquilo que mais gosta 😉

Abaixo vou relatar alguns dos meus contatos durante o evento. Foi através desses contatos que um assunto ganhou certa polêmica e prometo que vai ser o único tema sobre o qual eu quero falar uma coisa bem simples e que todos já deviam saber…

mrglass

Enquanto eu, você, enfim a maioria está lá passeando, comprando, se divertindo com toda aquela proximidade, o artista está lá trabalhando! E trabalhando muito! TRABALHANDO SEM PARAR!

Assim como você gosta de receber pelo seu trabalho e precisa parar de vez em quando para comer, beber e ir ao banheiro, o artista também! Então quando um artista cobra por um desenho, um autógrafo ou até mesmo por uma foto, ele tem o direito assim como qualquer outro profissional de cobrar por qualquer coisa que envolva a sua imagem ou intelecto. Dito isso, você como fã e consumidor tem o direito de aceitar ou não. Fim de papo.

Mark Farmer: Um exemplo para todos.

Agora criticar o artista, além de não ajudar, não resolve nada. Se não ficou claro ainda, a CCXP ajudou a mostrar que HQ é arte. Significa que o trabalho de cada um dos artistas que estavam no Artists’ Alley merecia estar em nossas estantes e nossas paredes. Então sem mais tempo perdido discutindo se o artista deve cobrar ou não ou se ele deve sorrir pra você ou não. Respeite o trabalho e a história dos artistas. Abaixo cenas de artistas trabalhando durante a CCXP 2016.

IMG_0674 IMG_0861 IMG_0966

Quando você pede um autógrafo ou um sketch você no mínimo pediu para o artista usar o talento dele, a tinta dele, o papel dele e o TEMPO dele para criar algo só pra você.

Só essa possibilidade de ter algo exclusivo já justifica a presença gigantesca dos fãs no Artists’ Alley que acabou virando o centro da CCXP. Você anda, você conhece o lugar, você curte o evento todo, mas quando percebe já parou novamente no beco dos artistas. Por isso prestigiar o artista e a sua obra é o mínimo que todo colecionador deve fazer.

Você conversa com o artista, encomenda sua arte, paga e vai pra casa feliz da vida! Mark Farmer trabalhou sem parar!
IMG_0683
Chiaroscuro – o melhor lugar do Artists’ Alley.

Mas antes de entrarmos de cabeça no beco dos artistas eu tenho que falar que a cada ano a CCXP consegue ser melhor do que a versão anterior. E isso parece algo impossível para quem vai pela primeira vez. Parece que nada pode ser melhor do que aqueles momentos, mas confie em mim quando eu digo: tente outra vez! rsrsrs  E digo mais: depois que você participa uma vez vai incluir esse evento no seu calendário anual. Parece que você está no Sonhar (leia Sandman).

Netflix sua linda!
Netflix sua linda!

IMG_0832 IMG_0877 IMG_0954 IMG_1054
IMG_1062 IMG_1091 IMG_1095 IMG_1092
IMG_1103

IMG_1104 IMG_1105 IMG_1106 IMG_1107
Sou fanático pelos quadrinhos da Disney e foi um prazer enorme participar da experiência de visitar o Museu Abril de Quadrinhos Disney incluindo grande parte do acervo do amigo Marcelo Alencar (que vai fazer uma participação especial com o Mr. Bisley logo abaixo kkkkk). Eu garanto que foi um dos meus melhores momentos durante a CCXP! Que baita acervo!  Espero que a editora Abril continue lançando essas obras maravilhosas que o mais do que competente Paulo Maffia nos presenteia todos os meses. Graças ao trabalho dele nossas coleções estão maiores e melhores 😉

abril
Imagine andar pelo acervo do Museu Abril de Quadrinhos Disney.

Agora só na CCXP você sai do mundo maravilhoso da Disney e cai direto no Ghost in the Shell… Foi realmente demais! A potência da música ao vivo foi impactante. Eu aproveitei a grande divulgação do filme e do mangá e garanti o meu exemplar rsrsrs 😉

IMG_0970
Sensacional…

Agora nada superou a sensação de ver as armaduras de ouro dos Cavaleiros do Zodíaco em escala real. É realmente um santuário e nós realmente olhávamos para elas como se fossem dos deuses!

É absurdamente lindo! Durante o evento estive três vezes nesse espaço onde um sonho realmente se realizou! Você olhava o rosto das outras pessoas e a sensação era a mesma: encanto.

COSPLAYERS

IMG_0741Não adianta discutir, eles são a alma do evento! Por que somente os verdadeiros fãs se tornam cosplayers e encontrar com um personagem que você gosta durante a CCXP é garantia de diversão. Podem reparar que nos melhores momentos do evento sempre existem cosplayers interagindo com as pessoas.

Portanto não sinta vergonha em pedir uma foto com eles. Essa é a essência! 😉 Cheguei a ver uma fila de pessoas esperando para tirar foto com o Pantera Negra! No meu caso tive a honra de encontrar com O MAIORAL na fila de autógrafos do Simon Bisley!

piadamortal
Dispensa legenda…
IMG_0819
As heroínas não tem idade
IMG_0979
Um dos melhores do evento
IMG_1195
Elsa Deadpool 😉
IMG_1229
Constantine Kitty – Só na CCXP

NOSTALGIA

Andando pelo evento eu vejo o reino encantando da Estrela e bate aquela nostalgia da infância com todos aqueles brinquedos que a marca apresentou para o mercado. E para minha surpresa encontro uma pista de Autorama! Eu fiquei ali um bom tempo só observando as pessoas mais velhas interagindo com o brinquedo e as mais novas esperando kkkk Muitas lembranças de momentos felizes onde o vídeogame ainda não existia.

COMO EU QUERIA SER RICO

Não podemos esquecer que a CCXP é acima de tudo um evento comercial e que ali todo geek consegue ter acesso as coisas que ele mais gosta de colecionar. No caso dos quadrinhos então, opção é o que não falta! Algumas dessas belezuras voltaram comigo para casa, outras eu tive que me contentar apenas com a foto.

IMG_0677
Comic Hunter – Melhor loja de HQs usadas da CCXP.

IMG_0619 IMG_0678 IMG_0679 IMG_0681
IMG_1045 IMG_1053 IMG_1066 IMG_1143 IMG_1266
IMG_1150 IMG_1175 IMG_1237 IMG_1240 IMG_1244 IMG_1242 IMG_1247 IMG_1251 IMG_1256 IMG_1258 IMG_1259 IMG_1264 IMG_1277 IMG_1278 IMG_1279 IMG_0822 IMG_1292
AGORA SIM, O BECO DOS ARTISTAS

Bill_autografoComo eu havia comentado antes, o beco dos artistas acabou se tornando o centro da CCXP para a maioria de nós colecionadores e foi lá que eu vivi momentos realmente épicos. Digo isso, pois não tenho vergonha em assumir quando gosto do artista e do seu trabalho. Como é o caso do talentoso Bill Sienkiewicz.

Eu admiro o trabalho dele desde as primeiras publicações no Brasil e acho o estilo dele único no mundo das HQs. Quando foi anunciado o seu nome, eu fiquei maluco. Não é a primeira vez que o Bill vinha ao Brasil mas era a minha chance de encontrá-lo pela primeira vez. Foi um dos momentos mais épicos do evento.

Quando chegou a minha vez comecei a falar o quanto eu admirava o trabalho dele e como todo fã fiquei babando enquanto ele autografava minhas edições. Conversei com ele mais alguns minutos sobre esse blog, o nosso grupo do Facebook e até sobre os restaurante de SP. Quando eu poderia imaginar que teria esse prazer?

Além de talentoso Bill  Sienkiewicz é extremamente gentil com seus fãs. Mas o que eu não esperava é que no mesmo ano em que eu conheceria o Bill eu também conheceria Simon Bisley! Isso sim é algo pra lá de épico! Algo para contar para os netos um dia!

Bill_autografo2

Preciso falar sobre Mark Farmer e Alan Davis. Uma dupla equilibrada. Profissionais. Independente do humor cumpriram muito bem sua parte no evento. Não vou ficar aqui lembrando a importância deles para o mundo das HQs, pesquisem no Guia dos Quadrinhos e vocês vão entender que eles, assim como todos os outros, têm o direito de trabalhar da maneira que desejarem. O melhor exemplo disso é que Mark Farmer não parou de trabalhar um minuto enquanto Alan Davis teve seus momentos de trabalho intercalados com alguns de descanso. Nada mais justo. A foto abaixo mostra os dois trabalhando, cada um do seu jeito. 😉

IMG_0912
O compenetrado Alan Davis e o carismático Mark Farmer.
IMG6
Agora só falta o autógrafo do Alan Moore 😉

Voltei pra casa com um lindo poster do Conan e minha edição de D.R. & Quinch devidamente autografados. 😉

Depois do autografo ainda encontrei com ele andando pelos corredores
Depois do autógrafo ainda encontrei com ele andando pelos corredores.

Não vou postar nem a metade das fotos que tirei no Artists’ Alley, mas quero dividir esses momentos com vocês onde pude conversar, aprender e apoiar o trabalho desses artistas que eu tanto admiro. Infelizmente não vou postar todos mas admiro cada um que tem a coragem e a vontade para colocar seu trabalho na CCXP e se dispor a nos atender com tanta boa vontade. Abaixo alguns exemplos:

Bill_quintanilha
Marcello Quintanillha
Eduardo Risso
Eduardo Risso
Roger Cruz
Roger Krux
outros
Felipe Massafera, Danilo Beyruth, Camilo Solano, Carlos Herrero, Ivan Freitas da Costa, Peter Kuper, Marcelo Maiolo, Rafael De Latorre e Adriano Neves.

É necessário registrar aqui o quanto eu admiro a pessoa e o trabalho do Ivan Freitas da Costa (foto do meio). Ele é a alma da CCXP. Por trás de um evento dessa magnitude existe esse cara gentil, generoso, humilde e acima de tudo um ser humano nota 10!

Se a CCXP é o Sonhar, Ivan é o próprio Morpheus!

Obrigado um milhão de vezes pelo trabalho que você desenvolve Ivan. Você conseguiu realizar os sonhos de milhares de colecionadores! DE NOVO! kkkkk Tenho muito orgulho de participar dos eventos promovidos por ele pois é possível sentir que é algo feito de colecionador para colecionador! E graças a ele eu pude encontrar com muitos artistas e trazer essas lembranças comigo 😉

Ivanmassafera camilo IMG4
IMG8 delatorre IMG25
SIMON BISLEY & PAUL POPE

IMG_0661Aqui chega o grande momento da minha versão da CCXP. Não vou conseguir descrever tudo o que eu vivi e senti nesses momentos. Escrevo isso pois a arte de Simon Bisley sempre esteve presente na minha coleção, na minha vida!

Eu gosto do trabalho dele desde a primeira vez que eu vi! Sempre que eu vejo algo dele, nem que seja uma capa, eu compro! A arte dele acabou influenciando o meu caminho na música e nos quadrinhos.

Quando o Ivan anunciou que além do Bill Sienkiewicz o Simon Bisley estaria presente no evento eu comecei a mexer na minha coleção com a difícil missão de escolher algumas das dezenas de edições para um autógrafo e um possível sketch… E um dia antes postei no grupo dos Colecionadores de HQs a lista de HQs que eu levaria para o mestre autografar. Muitos amigos achavam que eu estava exagerando na tietagem mas como eu disse faz parte do meu jeito colecionador de ser.

Chegando lá já tomei um susto! Bisley estava em pé no meio do Artists’ Alley autografando como um doido!

Algumas das edições autografadas por Simon Bisley.
Tsutomu na fila.

Feliz com os meus autógrafos eu escuto na fila (onde fiz vários amigos – um abração para o Ricardo Sabatini e para o Napoleõ de Almeida) que o Bisley estava aceitando encomendas. Não pensei meio minuto e já dei o meu nome para uma possível arte exclusiva.

Eu era o oitavo na fila. Essa fila ficava ao lado da mesa do Bisley, no sentido da mesa do Paul Pope (que até aquela hora ainda não havia aparecido).

E dessa forma havia a fila dos autógrafos e a fila das artes exclusivas onde eu e alguns fanáticos esperávamos o nosso momento. Entre esses fanáticos estava Tsutomu Nihei, autor de Knights of Sidonia que ficou ali junto com a gente esperando a sua vez.

Isso já mostra o nível do reconhecimento que Bisley tem entre os artistas.

E o Tsutomu pediu um desenho do Lobo… e o Bisley fez O LOBO pra ele! 😉 #putaquepariu

IMG_0777 IMG_0765 IMG_0770 IMG_0772

IMG_0779
Tsutomu voltou feliz pra casa com essa obra de arte!

Bisley não parou de trabalhar nem um minuto! A fila de autógrafos só crescia e a fila dos desenhos não parava! Bisley desenhou de tudo. Muitos pediram o Lobo e o Dredd. O amigo Victor Lazari pediu o Lobo segurando a cabeça do Deadpool! Ficou simplesmente demais! 😉 Enquanto isso eu esperava a minha vez pensando no personagem da minha commission… E foi justo nesse momento que chegou Paul Pope.

IMG_0667 IMG_0706 IMG_0739 IMG_0746

IMG_0709
Victor Lazari pediu o Lobo segurando a cabeça do Deadpool

Como eu estava na fila bem ao lado da mesa do Bisley estava praticamente na frente da mesa do Pope e assim que ele chegou e se preparou para autografar eu já estava ali esperando a minha vez. Quando ele perguntou o que eu queria, usei o meu “inglês perfeito” e pedi pra ele desenhar um “little joker” (ou um “Coringuinha” ou “Coringa simples” algo rápido, nada muito trabalhoso para ele). Ele literalmente entendeu que eu queria um “Pequeno Coringa” e foi isso que ele desenhou 😉

O mais legal foi que ele curtiu o pedido e curtiu o desenho a ponto de pedir permissão para fotografar o desenho que ele mesmo havia acabado de fazer!! Eu achei isso tão sensacional que minha reação foi conseguir falar apenas: yes. Ele foi absurdamente gente fina! Um cara como poucos! Depois conversei com ele sobre futuros trabalhos e também sobre esse blog e ele me desejou sorte na minha coleção de quadrinhos! 😉

paulpopel_autografo

autograforedux

Depois do Paul Pope voltei correndo para a fila do Bisley para saber se ele já havia terminado os outros desenhos e nesse momento encontro o amigo Marcelo Alencar se divertindo e levando vários autógrafos para casa. 😉

Marcelo Alencar conseguiu centenas de autógrafos kkkkk

Depois de passar a tarde ao lado do mestre, conversar com ele várias vezes, tirar fotos, vídeos e muitas risadas (ele é realmente muito engraçado) havia chegado o momento de pedir a minha arte. Minha alegria era tanta que eu queria fazer uma selfie e nesse momento ele olhou pra câmera e ficou apontando o dedo daquele jeito que ele faz em todas as fotos com os fãs. Foi ali, olhando pra foto, que eu percebi o personagem que eu queria na commission. Eu pedi pra ele desenhar um auto retrato. Sim isso mesmo. Pedi um retrato de Simon Bisley desenhado por Simon Bisley! 😉

A foto que deu origem a ideia da commission

E foi então que ele fez uma cara estranha, deu uma risada alta, balançou a cabeça e começou a desenhar…

Quando ele estava quase terminando a si mesmo, ele olhou pra mim com uma cara mais estranha ainda e começou a olhar fixamente para o meu cabelo. Na sequência ele começou a me desenhar! Sim na mesma arte onde eu havia pedido o seu auto retrato fazendo aquele gesto com o dedo que lhe é tão característico Simon Bisley me desenhou fazendo o mesmo gesto! Aquilo pra mim foi simplesmente além da imaginação!! Nunca nenhum artista havia me desenhado e ele, justo ele, fez isso sem que eu pedisse! GIZ DE FETAL ELE É O MAIORAL! Como eu expliquei lá no início ser fanático faz parte do meu jeito colecionador de ser por isso esse momento foi o ápice da CCXP 2016. Isso realmente foi épico!

desenhobisleyredux

fotofinalreduz

E depois disso tudo ainda testei o esquema da volta pelo ônibus e pelo metrô e deu tudo muito certo! Por isso tudo que você acabou de ler e por muito mais que eu não publiquei, por falta de tempo ou espaço, eu reforço o que venho falando desde 2014. Todo colecionador de HQs precisa visitar a CCXP uma vez na vida. Isso é primordial no sentido de realizar seus sonhos e perceber que você não sonha sozinho.

IMG_0879
Adeus CCXP! Até 2017!

Como eu disse para o Ivan durante o evento: “Se todos os anos, você repetisse o mesmo casting, as mesmas atrações e as mesmas experiências da CCXP 2016, eu estaria aqui. De novo e de novo.” Em 2017 nós voltamos com mais uma cobertura da Comic Con Experience 😉

Você pode acompanhar o resto dessa aventura no grupo dos Colecionadores de HQs no Facebook.


Renato Frigo
Se encontrou no mundo das HQs e de lá disse que não volta nunca mais…

2 comentários em “CCXP 2016: Mais épica do que nunca!

  1. Foi a maior sorte da vida te encontrar lá, Frigão… graças a isso pude estar ao lado do Frank Miller no auditório (não deu pra pegar o autógrafo nem tirar foto com ele, mas só de estar ali já foi demais). Precisamos nos organizar e reunir mais o pessoal nesse ano… um almoço ou um lanche em final de feira seria da hora.

Deixe uma resposta