A revista Panacéa

A revista Panacéa era especializada em quadrinhos e visava informar o leitor brasileiro sobre o mundo dos quadrinhos, como tantas que existem e existiram pelo mundo todo – a Wizard é uma delas.

Começou como fanzine e depois virou revista mesmo, com ótima qualidade gráfica e de texto. Uma beleza. Publicou muito quadrinho inédito, portanto não pode ser vista apenas como revista sobre quadrinhos. Qualquer boa coleção de quadrinhos tem que ter hoje em suas prateleiras esta bela publicação alternativa, mas com rigor profissional.

1

O número 40, de dezembro de 1995 (nossa, durou a beça!), trouxe uma HQ muito interessante. Na época eu a li – e passou batido o detalhe – como se fosse uma história desenhada por Lourenço Mutarelli, na época em ascensão, como continua até hoje.

2

Revendo a revista hoje fui olhar melhor e notei que fora desenhada pela sua companheira Lucimar, que assina o texto e o desenho. Ao Lourenço couberam as letras.

2a

Gostei muito dela… não sei porque não continuou nesta carreira de quadrinhista.

345

colunista_AntonioBuhrer
João Antonio Buhrer
Arquivos Incríveis.

2 comentários em “A revista Panacéa

  1. editada por Cria Kazo um encrenqueiro oportunista e sensacionalist editada por Cria Kazo um encrenqueiro oportunista e sensacionalistya que ignorava todo codigo de ética dos jornalistasa que ignorava todo codigo de ética dos jornalistas, um crápula que logo depois sumiu do mundo da HQ ao qual nunca pertencdeu, recordo muito bem do caso dele embebedando um menino que publicava nos USA para incita-lo a criticar o LAUDO dizendo que só servia pra tirinha de humor “voz do louco” e uns meses depois saiu o Ze do Caiuxão do Laudo bombando tres ediçoes de 120 mkil exemplares cada em dois meses! Um pulha que não faz falta, e a pansacea eu joguei toda no lixo, datada e mentirosa, não merece sequer ser citada como revista, era somente um tram´polim de auto promoção deste estudante de editoração da ECA USP, assim que descolou um emprego imediatamnente abandonou a trevista a extingindo e lesado atre os assinantes.

  2. João Antonio Buhrer lamento discordar, mas a meu ver a Panaceia foi cometida-editada por Cria Kazo – um encrenqueiro oportunista e sensacionalista que ignorava todo codigo de ética dos jornalistas que ignorava todo codigo de ética dos jornalistas, um crápula que logo depois sumiu do mundo da HQ ao qual nunca pertencdeu, recordo muito bem do caso dele embebedando um menino que publicava nos USA para incita-lo a criticar o LAUDO dizendo que só servia pra tirinha de humor “voz do louco” e uns meses depois saiu o Ze do Caiuxão do Laudo bombando tres ediçoes de 120 mkil exemplares cada em dois meses! Um pulha que não faz falta, e a pansacea eu joguei toda no lixo, datada e mentirosa, não merece sequer ser citada como revista, era somente um tram´polim de auto promoção deste estudante de editoração da ECA USP, assim que descolou um emprego imediatamnente abandonou a trevista a extingindo e lesado atre os assinantes.

Deixe uma resposta